Conference Proceedings

[Anonymous].  2016.  Proceedings of the 8th ACM SIGCHI Symposium on Engineering Interactive Computing Systems, EICS '16. Abstract

The ACM SIGCHI Symposium on Engineering Interactive Computing Systems (EICS) is a yearly international conference devoted to engineering usable and reliable interactive computing systems. Research presented at EICS revolves around methods, processes, techniques and tools that support specifying, designing, developing, deploying and verifying interactive systems. This 8th ACM SIGCHI Symposium on Engineering Interactive Computing Systems (EICS'16) took place in Brussels, Belgium (21-24 June 2016) - at the heart of Europe.

EICS gathers researchers that aim to improve the ways we build interactive systems. Building interactive systems is a multi-faceted and challenging activity, involving a plethora of different actors and roles. This is particularly true in the domain of HCI, where we continuously push the edge of what is possible, where there is a crucial need for adequate processes, tools and methods to build reliable, useful and usable systems that help people cope with the ever increasing complexity of work and life. The primary goal of the EICS conference series is to provide a venue for novel and high quality contributions in this direction.

Ziegler J, Campos JC, Nigay L.  2014.  HCI engineering: charting the way towards methods and tools for advanced interactive systems. EICS '14 - Proceedings of the 2014 ACM SIGCHI symposium on Engineering interactive computing systems. :299-300. Abstractp299-ziegler.pdf

This workshop intends to establish the basis of a roadmap addressing engineering challenges and emerging themes in HCI. Novel forms of interaction and new application domains involve aspects that are currently not sufficiently covered by existing methods and tools. The workshop will serve as a venue to bring together researchers and practitioners interested the Engineering of Human-Computer Interaction and in contributing to the definition of a roadmap for the field. The intention is to continue work on the roadmap in follow-up workshops as well as in the context of the IFIP Working Group on User Interface Engineering.

[Anonymous].  2008.  Interação 2008 - Actas da 3a. Conferência Nacional em Interação Pessoa-Máquina. Interação 2008. :260. Abstract

A Interacção Pessoa-Máquina é uma área multidisciplinar em rápida evolução. Envolve áreas tão diversas como a concepção de hardware, engenharia de software, design, ergonomia ou psicologia cognitiva. As sinergias entre estas áreas permitem a criação de sistemas interactivos que respondem às reais necessidades dos seus utilizadores.
Na sequência do sucesso das duas primeiras edições, organiza-se agora a Interacção 2008 – 3a. Conferência Nacional em Interacção Pessoa-Máquina – numa iniciativa conjunta do Grupo Português de Computação Gráfica e da Universidade de Évora. Tal como nas edições anteriores, a Interacção 2008 visa promover um ponto de encontro da comunidade interessada na Interacção Pessoa-Máquina em Portugal. Reunindo investigadores, docentes e profissionais das diversas áreas envolvidas, potencia-se a partilha de conhecimentos e pontos de vista, permitindo a divulgação de trabalhos realizados ou em curso e a troca de experiências entre as comunidades académica e industrial.
Adoptando uma postura marcadamente multidisciplinar, a conferência desafiou os autores a abordar desde os fundamentos teóricos às práticas e aplicações emergentes, visando explorar sinergias nas seguintes dimensões:
• Aspectos Teóricos em Interacção Pessoa-Máquina
• Concepção, Desenvolvimento e Avaliação de Sistemas Interactivos
• Tecnologias de Suporte à Interacção
• Aplicações Interactivas
Em resposta a este desafio, foram recebidos 40 trabalhos de autores oriundos de Portugal, Argentina e Áustria. Destes, 19 eram artigos longos (até 10 páginas), 16 artigos curtos (até 6 páginas) e 5 propostas de posters/demonstrações.
Como resultado do processo de revisão dos trabalhos propostos, foram organizadas seis sessões técnicas em que foram apresentados 12 artigos longos e 19 artigos curtos, bem como uma sessão de posters e demonstrações em que foram apresentados 5 trabalhos. De notar que, tendo em vista abarcar uma comunidade o mais lata possível, o Comité de Programa convidou os autores de 6 trabalhos originalmente submetidos como artigos longos a re-submetê-los como artigos curtos (vindo 5 a ser aceites para publicação) e os autores de 2 trabalhos submetidos originalmente como artigos curtos a re-submetê-los como poster/demonstrações (vindo um a ser publicado neste novo formato). Para complementar o programa técnico foram ainda organizadas duas sessões proferidas por convidados internacionais de renome e uma workshop sobre Tecnologias Multimédia no Ensino.
A conferência decorreu entre os dias 15 e 17 de Outubro de 2008, nas instalações da Universidade de Évora. Procurou-se que ela fosse um retrato do trabalho que vem sendo desenvolvido nesta área em Portugal. Assim, as sessões técnicas desenvolveram-se em torno de seis temas principais, seleccionados a partir da análise dos trabalhos aceites: Aplicações Interactivas, Avaliação e Usabilidade, Concepção e Desenvolvimento, Computação Móvel e Acessibilidade. Sem se tratar de uma classificação estanque, pensamos ser esta uma organização natural e abrangente dos trabalhos apresentados.
Terminamos agradecendo aos membros do Comité Organizador e da Comissão de Programa todo o seu trabalho, aos oradores convidados, Golan Levin e António Câmara, bem como a todos os autores. Agradecemos finalmente a todos os patrocinadores por nos ajudarem a tornar este evento possível. Esperamos que esta tenha sido mais uma contribuição para fomentar a partilha e colaboração da comunidade Interacção Pessoa-Máquina em Portugal.

[Anonymous].  2006.  Interacção 2006 - Actas da 2a. Conferência Nacional em Interacção Pessoa-Máquina. Interação 2006. :240. Abstract

A concepção e desenvolvimento de sistemas interactivos envolve aspectos que vão desde a psicologia à engenharia de software. Recentemente verificou-se uma rápida evolução nesta área multidisciplinar, tanto a nível tecnológico, como do contexto de utilização da tecnologia. Assim, às tradicionais preocupações com a eficácia, eficiência e satisfação, juntam-se agora questões como entretenimento, design, estética, cooperação, ubiquidade e adaptabilidade. Paralelamente, o leque de utilizadores alvo dos sistemas é cada vez mais alargado, existindo a preocupação de desenvolver interfaces para pessoas e contextos de utilização com diferentes tipos de necessidades e requisitos ao nível físico ou cognitivo. Torna-se assim necessário perceber o impacto destas novas realidades no processo de interacção e no desenvolvimento de sistemas interactivos.
Depois do sucesso da primeira edição, organizada em Julho de 2004 na Faculdade de Ciência da Universidade de Lisboa, organizou-se agora a Interacção 2006 – 2a. Conferência Nacional em Interacção Pessoa-Máquina – numa iniciativa conjunta do Grupo Português de Computação Gráfica e do Departamento de Informática/Centro de Ciências da Computação da Universidade do Minho. Tal como na sua primeira edição, a Interacção 2006 visou promover um ponto de encontro da comunidade interessada na Interacção Pessoa-Máquina em Portugal. Reunindo investigadores, docentes e profissionais, permitiu a divulgação de trabalhos e a troca de experiências entre as comunidades académica e industrial.
Adoptando uma postura marcadamente multidisciplinar, a conferência desafiou os autores a abordar desde os fundamentos teóricos às práticas e aplicações emergentes, visando explorar sinergias nas seguintes dimensões:
• Aspectos Teóricos em Interacção Pessoa-Máquina
• Concepção, Desenvolvimento e Avaliação de Sistemas Interactivos • Tecnologias de Suporte à Interacção
• Aplicações Interactivas
Em resposta a este desafio, foram recebidos trabalhos de Portugal, Espanha e Brasil.
Como resultado do processo de revisão dos trabalhos propostos, foram organizadas sete sessões técnicas em que foram
apresentados 13 artigos longos e 16 artigos curtos, bem como uma sessão de posters e demonstrações em que foram apresentados 9 trabalhos. Para complementar o programa técnico foram ainda organizadas duas sessões proferidas por convidados internacionais de renome e uma sessão dedicada à indústria, em que se convidaram empresas e uma associação a apresentar a sua perspectiva sobre o tema da Usabilidade.
A conferência decorreu entre os dias 16 e 18 de Outubro de 2006, nas instalações da Universidade do Minho, Campus de Gualtar, em Braga. Procurou-se que ela fosse um retrato do trabalho que vem sendo desenvolvido nesta área em Portugal. Assim, as sessões técnicas desenvolveram-se em torno de sete temas principais, seleccionados a partir da análise dos trabalhos aceites: Acessibilidade, Psicologia Cognitiva e Colaboração, Concepção e Desenvolvimento, Interfaces Multi-modais e Adaptativas, Realidade Virtual e Aumentada, Vizualização e Pesquisa de Informação, e Avaliação. Sem se tratar de uma classificação estanque, pensamos ser esta uma organização natural e abrangente dos trabalhos apresentados.
Terminamos agradecendo aos membros do Comité Organizador e da Comissão de Programa todo o seu trabalho, aos oradores convidados, Michael D. Harrison e Larry L. Constantine, bem como às instituições que aceitaram o desafio de participar na sessão dedicada à indústria (Associação Portuguesa de Profissionais de Usabilidade, MobiComp, Wintouch e Edigma.com) e a todos os autores. Agradecemos finalmente a todos os patrocinadores por nos ajudarem a tornar este evento possível. Esperamos que esta tenha sido mais uma contribuição para fomentar a partilha e colaboração da comunidade Interacção Pessoa-Máquina em Portugal.