Projeto nacional "SafeCloud Photos" é a aplicação móvel de fotografias mais segura do mercado (WinTech)

A aplicação móvel de fotografias mais segura do mercado é portuguesa e foi lançada esta quinta-feira no edifício sede do Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), localizado no Campus da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). Chama-se SafeCloud Photos, consegue, por cada foto guardada pelo utilizador, produzir dois ou mais pedaços de informação que espalha por serviços diferentes de armazenamento online, tornando os dados invioláveis e está disponível para download gratuito na Play Store (para Android) e na App Store (para iOS). A SafeCloud Photos é uma aplicação de fotografia que tem como principal fator diferenciador o modo como guarda as fotos na cloud. Atualmente guardamos as nossas fotos em serviços como o Google Drive, Dropbox, OneDrive, entre outros, mas este processo não é seguro, tal como revelou Edward Snowden, o assistente técnico da CIA que em 2013 revelou os programas de vigilância dos EUA. “Cada um dos pedaços em que a fotografia fica dividida não revela absolutamente nenhuma informação sobre a foto, que só pode ser acedida nos nossos dispositivos, pois apenas estes têm acesso simultâneo a todos os pedaços. Não existe, neste momento, nenhuma aplicação no mercado que ofereça o mesmo nível de segurança oferecido pela SafeCloud Photos”, explica Francisco Maia, investigador do Laboratório de Software Confiável (HASLab) do INESC TEC – polo do INESC TEC na Universidade do Minho - e um dos responsáveis pelo desenvolvimento da app. De acordo com o investigador, apesar do foco principal da app ser a privacidade, a aplicação de fotografia pretende ser muito completa, permitindo ao utilizador beneficiar de uma privacidade elevada sem ter de abdicar das facilidades já oferecidas por outras aplicações no mercado. O desenvolvimento desta app está a decorrer no âmbito do projeto europeu SafeCloud, liderado pelo INESC TEC, e que vai contar com €3M vindos da Comissão Europeia para combater a violação de dados privados quando se utilizam serviços como os da Google ou da Microsoft.

Publication date: September 10, 2016

Publication media:WinTech